Planejando o Treinamento



Considerações sobre NR 10 CANAL INFORMATIVO A legislação para EPI EPIs X Insalubridade Perda da Audição Recuperação Térmica WhatsApp X Justa Causa Plano de Contingência NR 35 Sistemas e Equipamentos Canteiro de Obras NBR X NR Prontuário Elétrico Ruído na Construção Civil O que é LTCAT Procedimentos em Obras Segurança e Sustentabilidade Levante dessa cadeira Seminário Construção Civil Inscrição Abertas NR 35 PMOC O CONSTRUIR - Dez 2014 O CONSTRUIR - Nov 2014 O CONSTRUIR - Out 2014 Profissional de SST Cimento X Insalubridade Responsabilidade X EPI Iluminância de Interiores Levantamento Ambiental LAIA Nível Sonoro em dB A Manutenção Elétrica Arcos Elétricos Gestão Sustentável Nossa FANPAGE Primeiro Emprego do TST Os perigos da solda Auditoria Ambiental Acidente com Amônia O CONSTRUIR - Fev 2015 Boletim da Prevenção Governo combate acidente Fanzendo uma palestra Gases em espaço confinado O CONSTRUIR Abril 2015 Estrutura do PPRA Ag. químicos na construção Avaliação de Calor Dicas de Consultoria Planejando o Treinamento Como organizar SIPAT Perdas na construção civil As regras da consultoria Energias perigosas Assessoria ou Consultoria Qualidade do Ar de Interiores Ruído ambiental e ocupacional Padrão no uso de cabo de aço O trabalho a céu aberto 27 de Novembro Limites de Tolerância LT Quantitativa ou Qualitativa Aerodispersóides Dia da Construção Social Contaminantes no AR Guindaste - MUNCK Plataformas elevatórias Aterramento Temporário Legislação Energia Perigosas Risco Elétrico Risco Arco Elétrico SEP - Método de Trabalho Instalações em obras Bernardes Gestão e Serviços Avaliação de poeiras Erros no Treinamento Proibição do Amianto CANPAT 2017 - 2018 Periodicidade de Calibração

Planejamento do Treinamento

O que é Planejar?

Planejar é estudar. “É assumir uma atitude séria e curiosa diante de uma situação.”

O Planejamento é uma necessidade em todos os campos da atividade humana. Quanto mais complexos forem os problemas, maior é a necessidade de planejamento.

No processo de planejamento, procuramos responder às seguintes questões:

  • O que pretendo alcançar?
  • Em quanto tempo pretendo alcançar?
  • Como posso alcançar isso que pretendo?
  • O que fazer e como fazer?
  • Quais os recursos necessários?
  • que e como analisar a situação a fim de verificar se o que pretendo foi alcançado?

Componentes Básicos:

Objetivo: é a descrição clara do que se pretende alcançar como resultado da nossa atividade.

Conteúdo: é o que pretendemos transmitir.

Procedimentos: são planejamentos das etapas a serem seguidas para transmitir o conteúdo.

Recursos: são componentes que estimulam a aprendizagem.

Avaliação: é o feedback pelo qual se determinam o grau e a quantidade de resultados alcançados.

Planejamento do Treinamento em Serviço:

É a previsão de um determinado conjunto de conhecimentos, atitudes e habilidades a ser alcançado por um grupo de pessoas, num certo período de tempo.

Vantagens:

  • Adequar o conteúdo programático (serviço ou produto) a realidade da empresa.
  • Distribuir o conteúdo pela carga horária.
  • Melhorar a orientação da aprendizagem.
  • Avaliação profunda do treinando em cada assunto.
  • Base para conclusões quanto a eficiência dos métodos utilizados
  • Planejamento do Treinamento:
  • Deve ser planejado ao final do que o antecede, pois este lhe servirá de base ou apoio. Isso significa que os encontros serão planejados ou replanejados ao longo do treinamento em serviço.

Planejamento de Cada Encontro:

É a sistematização de todas as atividades que se desenvolvem no período de tempo em que o Multiplicador / Instrutor e o treinando interagem; deve prever estímulos adequados aos treinandos, a fim de motivá-los numa dinâmica de ensino-aprendizagem.

Importância do Planejamento do Treinamento em Serviço:

  • Evita a rotina e a improvisação;
  • Contribui para a realização dos objetivos visados;
  • Promove a eficiência do ensino;
  • Garante maior segurança na direção do ensino;
  • Garante economia de tempo e energia.

Características de um bom planejamento de Treinamento em Serviço:

  • ser elaborado em função as necessidades e das realidades apresentadas pelos treinandos;
  • ser flexível;
  • ser claro e preciso;
  • ter íntima correlação com os objetivos visados;
  • ter em vista as condições reais e imediatas de local, tempo e recursos disponíveis.