Aterramento Temporário



Considerações sobre NR 10 CANAL INFORMATIVO A legislação para EPI EPIs X Insalubridade Perda da Audição Recuperação Térmica WhatsApp X Justa Causa Plano de Contingência NR 35 Sistemas e Equipamentos Canteiro de Obras NBR X NR Prontuário Elétrico Ruído na Construção Civil O que é LTCAT Procedimentos em Obras Segurança e Sustentabilidade Levante dessa cadeira Seminário Construção Civil Inscrição Abertas NR 35 PMOC O CONSTRUIR - Dez 2014 O CONSTRUIR - Nov 2014 O CONSTRUIR - Out 2014 Profissional de SST Cimento X Insalubridade Responsabilidade X EPI Iluminância de Interiores Levantamento Ambiental LAIA Nível Sonoro em dB A Manutenção Elétrica Arcos Elétricos Gestão Sustentável Nossa FANPAGE Primeiro Emprego do TST Os perigos da solda Auditoria Ambiental Acidente com Amônia O CONSTRUIR - Fev 2015 Boletim da Prevenção Governo combate acidente Fanzendo uma palestra Gases em espaço confinado O CONSTRUIR Abril 2015 Estrutura do PPRA Ag. químicos na construção Avaliação de Calor Dicas de Consultoria Planejando o Treinamento Como organizar SIPAT Perdas na construção civil As regras da consultoria Energias perigosas Assessoria ou Consultoria Qualidade do Ar de Interiores Ruído ambiental e ocupacional Padrão no uso de cabo de aço O trabalho a céu aberto 27 de Novembro Limites de Tolerância LT Quantitativa ou Qualitativa Aerodispersóides Dia da Construção Social Contaminantes no AR Guindaste - MUNCK Plataformas elevatórias Aterramento Temporário Legislação Energia Perigosas Risco Elétrico Risco Arco Elétrico SEP - Método de Trabalho Instalações em obras Bernardes Gestão e Serviços Avaliação de poeiras Erros no Treinamento Proibição do Amianto CANPAT 2017 - 2018 Periodicidade de Calibração

ATERRAMENTO E CURTO-CIRCUITAMENTO TEMPORÁRIOS

Equipamento que é conectado diretamente as instalações desenegizadas para fins de aterramento e curto-circuitamento temporários, garantindo a integridade física do pessoal que  trabalha nas instalações. Basicamente é constituído de grampos, cabos, haste de aterramento, sela, trapézio e bastão (opcional).

GRANPOS

Componentes do conjunto de aterramento destinado a conectar os cabos aos pontos de terra e ao sistema elétrico a ser aterrado 

Bastão isolante manual destinado a levar os grampos e respectivos cabos até as partes das instalações elétricas para fins de aterramento e curto-circuitamento

HASTE DE ATERRAMENTO

Peça destinada à obtenção de um ponto de terra compatível com os fins a que se destina o conjunto de aterramento.

SELA

Componente do conjunto destinado a ligar os cabos a serem curto-circuitados entre si e firmado um ponto intermediário de aterramento.

TRAPÉZIO

Parte opcional do  conjunto de aterramento destinado a facilitar a operação de instalação e retirada dos grampos.

CABO DE COBRE

Extraflexível, com isolamento translúcido (PVC) cristal transparente, para poder verificar o perfeito estado do cabo de cobre.

SEQUÊNCIA DE INSTALAÇÃO DO CONJUNTO DE ATERRAMENTO TEMPORÁRIO.